terça-feira, 21 de outubro de 2014

JHS e as eleiçõs presidenciais 2014

Estamos chegando ao final de um ciclo e início de outro bem melhor, ao menos é o que previu o Professor JHS em carta-revelação aberta em 1975.

Deixem-me contar a história toda como me lembro, afinal já se vão quase 15 anos quando escutei a primeira vez este assunto.

Em 1999 conheci a Eubiose. A ciência do bem-viver.
Passado algum tempo as amizades dentro do grupo foram aparecendo e, por afinidades mútuas, conheci um grupo dentro do grupo que recebia certa orientação de um instrutor que havia crescido em São Lourenço- MG, a bem dizer, aos pés do Professor, visto que seu pai era amigo pessoal e frequentador da casa do Professor Henrique.

Esse instrutor e amigo, tornara-se secretário pessoal do braço direito do Professor na década de 1970 e, de acordo com o que me foi dito por ele, as cartas-revelação são abertas em datas específicas grafadas nos envelopes lacrados que o Profesor deixara após sua morte em 1963.

Em 1999-2000 quando o sr. Luiz Inacio da Silva aspirava à presidência da república, o sr. F.N., citado acima, nos disse (ao grupo dentro do grupo) que, ficássemos tranquilos pois mais uma das profecias de JHS se realizaria em breve.
Perguntamos então qual era o teor desta carta-revelação em questão e ele nos disse o seguinte:

"Em 1975 a cúpula da Eubiose fora convocada para a abertura de mais uma carta deixada pelo Professor. Vieram os integrantes de várias partes do Brasil, eu inclusive, para o evento em questão. Durante a leitura do material, um certo trecho da carta chamou a minha atenção. O trecho dizia que o Brasil ocuparia seu lugar de direito perante todas as nações do planeta quando o "mineirinho" assumisse a presidência da república logo após o presidente analfabeto e sua ameaça vermelha". 

Para os que não conhecem a mitologia eubiota aí vai: o Brasil seria o berço das sexta e sétima raças, visto que a América do Norte perdeu o direito de gerar a sexta-raça quando se envolveu em episódios de extermínio em massa da humanidade com artefatos nucleares lançados na segunda grande guerra.
Em função disto o fardo ficou à nosso cargo adiantando nosso papel na evolução geral do globo, na atual ronda. A menção feita acima como "lugar de direito" seria o fato de nos tornarmos a maior potência mundial em termos econômicos, culturais e científicos para a nova era que se avizinha.

Agora minhas considerações pessoais.

Acredito no que acabei de escrever acima?
Não, sim e mais ou menos.

O "Não".
Minha formação cartesiana e minha fé na ciência me dizem que este tipo de coisa é puro chute ou, no pior dos mundos, invenção despirocada e maluca com intenção de arrebatar rebanhos e faturar algum. Tipo centúrias de Nostradamus que dava tiro pra todo lado num range de tempo de alguns séculos e acabava acertando alguma coisa na base da interpretação pessoal do assunto na linha do"quanto mais vago, melhor".

O "Sim".
Todos sabemos que o Porfessor JHS faleceu na década de 1960 sem um centavo no banco. Morando numa casa humilde em São Lourenço e dependendo de doações dos vizinhos e amigos para pagar suas contas mundanas: água, luz, telefone etc, viveu assim até o final dos seus dias.
Nunca lucrou com absolutamente nada em relação ao ensinamento que nos deixou.
Até a verba decorrente dos livros era (e ainda é) doada integralmente para a fundação que mantém vários serviços sociais Brasil a fora.
JK colocou Brasília onde está hoje por indicação dele. Sim, JK o consultava periodicamente para tomar decisões importantes.
Quando forem à São Lourenço, não deixem de visitar o museu do Templo da Eubiose, bem pertinho do parque das águas e não deixem de notar o garrafão de vidro Agarthino que pesa 1/5 do que deveria...perguntem ao mordomo do templo ou ao curador da coleção, se estiverem por lá, a história deste garrafão...

O "Mais ou Menos".
Sinto-me na obrigação de registrar o que ouvi 15 anos atrás sobre o destino já traçado para nossa nação. Posso dar um tiro no pé pois hoje é Terça-feira e as eleições só acontecerão no Domingo dia 26 de Outubro de 2014.

Citando alguns fatos:
Dilma ganharia no primeiro turno sem a Marina na parada.
Aécio e Campos não somavam o suficiente para provocar o segundo turno. É só ver os números.
O Campos morre em acidente que deveria ter levado Marina junto.
Marina desiste do vôo por conta do palanque tucano em Santos.
Marina se salva do acidente.
Marina assume o timão do PSB e rouba votos suficientes para evocar o segundo turno.
A G.F.B., por sua vez, dá um jeito de tirar a Marina do segundo turno levando o Aécio para a disputa. Apesar de todos os indicadores de pesquisas dizerem o contrário.
Uma polarização fortíssima é provocada dificultando mais uma vez a vida dos "vermelhos", deixando a disputa na base do 1/2 a 1/2!
A coisa só ficará clara quando a última urna for apurada.
Até Domingo muita água vai rolar ainda, se isso tudo for parte de um "master-plan".
Caso o "mineirinho" volte pra BH com o rabo entre as pernas, amargaremos mais 12 anos de petismo e teremos que assumir nossa responsbilidade por optar em continuar na contra-mão da evolução.
Caso a "ameaça vermelha" caia de uma vez, só nos resta erguer a cabeça e fazer da melhor forma possível o que resta para a humanidade neste fim de ciclo e, que Deus nos ajude para fazermos o nosso melhor!

Está aí. Registrado.
Vendi o peixe como me foi vendido.

Que Deus nos abençoe e, por favor, Eisntein orai por nós, sejá lá qual for o horizonte de eventos que esteja você!

Grande abraço à todos e felicidades!!!

Luciano

Nenhum comentário:

Postar um comentário